Anistia pede investigação "imediata e rigorosa" de assassinato de vereadora

Publicado em 15/03/2018 - 08:50 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Brasília

 Ascom/Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro

Vereadora Marielle Franco foi assassinada ontem no Rio de JaneiroArquivo/Ascom/Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro

A organização não governamental Anistia Internacional pediu hoje (15) uma investigação imediata e rigorosa do assassinato da vereadora do Rio de Janeiro e defensora dos direitos humanos Marielle Franco, do PSOL.

A vereadora foi assassinada a tiros na noite de ontem (14), no centro do Rio de Janeiro. O motorista que conduzia o carro em que ela estava também foi morto pelos disparos.

"Marielle Franco é reconhecida por sua histórica luta por direitos humanos, especialmente em defesa dos direitos das mulheres negras e moradores de favelas e periferias e na denúncia da violência policial", afirma a nota da Anistia Internacional. "Não podem restar dúvidas a respeito do contexto, motivação e autoria do assassinato de Marielle Franco", continua a nota.

A organização feminista Articulação de Mulheres Brasileiras também se manifestou pedindo "imediata apuração dos fatos, verdade e justiça"."Este crime brutal não calará a causa e o legado de Marielle. Transformaremos dor em luta, e seguiremos ecoando a denúncia da violência contra a população negra e pobre do país".

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, lamentou o assassinato da vereadora em nota publicada em seu perfil no Twitter e disse estar acompanhando a investigação com as forças federais.

"Lamento profundamente esse ato de extrema covardia contra a vereadora Marielle Franco, uma mulher admirável, guerreira e atuante, de liderança inequívoca, que tanto lutou contra as desigualdades e violência da qual acabou sendo vítima", disse. "Solidarizo-me com familiares e amigos, e acompanho, com as forças federais e integradas de Segurança, a apuração dos fatos para a punição dos autores desse crime hediondo que tanto nos entristece".

O assassinato também causou indignação entre intelectuais e artistas. A cantora Elza Soares usou o Twitter para lamentar a morte de Marielle e se disse chocada e horrorizada: "Das poucas vezes que me falta a voz. Chocada. Horrorizada. Toda morte me mata um pouco. Dessa forma me mata mais. Mulher, negra, lésbica, ativista, defensora dos direitos humanos. Marielle Franco, sua voz ecoará em nós. Gritemos".

A sambista Teresa Critina desejou conforto aos familiares da vereadora. "Que os familiares de Marielle Franco encontrem algum conforto diante de tamanha brutalidade".

Edição: Lidia Neves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Parque Nacional do Itatiaia
Geral

Parque Nacional do Itatiaia inicia hoje reabertura gradual

Por enquanto, atrações da parte alta, como o Pico das Agulhas Negras, o Maciço das Prateleiras e a Cachoeira de Aiuruoca, além do camping, continuam fechados. 

Auxiliares de limpeza trabalham em hospital no combate à covid-19
Saúde

Auxiliares de limpeza contam sua rotina em hospital durante pandemia

Maria Berenice diz que o cuidado com a limpeza aumentou ao ficar na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus. "Significou ver de perto o sofrimento das pessoas".

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Geral

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 3 milhões

O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

Prédio da OMS em Genebra, Suíça
Internacional

Índice de jovens com covid-19 no mundo triplica em 5 meses, diz OMS

"Pessoas mais jovens tendem a ser menos vigilantes quanto ao uso de máscaras e ao distanciamento social", disse Neysa Ernst, gerente de enfermagem da unidade de biocontenção do Hospital Johns Hopkins.

presos
Justiça

Defensoria: prisão em flagrante reforça racismo estrutural no Rio 

Segundo a coordenadora do Núcleo de Audiências de Custódia da Defensoria, Caroline Tassara, dados de relatório inédito feito pelo órgão indicam seletividade racial e social do sistema penal brasileiro.

Bola, campeonato brasileiro
Esportes

Campinense vai à final do paraibano

Rubro-negro espera por desfecho do jogo entre Botafogo e Treze para saber quem enfrenta na decisão do estadual.