PL que anistia policiais do massacre no Carandiru avança na Câmara

Foram assassinados 111 detentos na ação; projeto de lei segue para CCJ

Publicado em 02/08/2022 - 19:00 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (02), projeto de lei que anistia os policiais condenados pelo massacre do Carandiru, quando 111 presos foram assassinados em 1992, em São Paulo.

O projeto agora segue para análise de outra comissão da Câmara, a de Constituição e Justiça. Se aprovado, será analisado pelo plenário da Casa, por todos os deputados.

O relator da proposta, deputado Sargento Fahur, do PSD do Paraná, afirmou que a ação das forças de segurança foi correta e que as condenações foram injustas e desproporcionais.

O texto que anistia os PMs envolvidos no massacre do Carandiru foi aprovado com apenas uma abstenção, do deputado Marcel Van Haten, do Novo gaúcho. Para o parlamentar, não se deve dar uma anistia coletiva a todos os envolvidos.

Entre 2014 e 2016 foram realizados 5 júris populares que condenaram 74 agentes de segurança envolvidos no massacre do Carandiru em penas que variam de 96 a 624 anos de prisão. Até agora, nenhum policial cumpriu as penas.

Os júris acolheram a versão da acusação de que não houve confronto e de que os presos foram executados. Em 2016, o Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu as condenações. Entretanto, no ano passado, o STJ restabeleceu as penas.

Com a decisão, falta ainda o Tribunal de São Paulo analisar outros recursos das defesas dos policiais.

Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Direitos Humanos

Rio lança o "Ouvidoria Mulher" para vítimas de violência doméstica

O serviço, lançado nesta quarta-feira (10),  faz parte das ações do Ministério Público do Estado, para marca o mês de agosto, em que se comemora os 16 anos da Lei Maria da Penha.

Baixar arquivo
Geral

PF faz ação contra organização que fraudava planos de saúde no RJ

Os investigadores estimam que em cinco anos, a partir de 2014, a gestão de uma operadora de plano de saúde de servidores públicos causou um prejuízo da ordem de R$ 664 milhões.

Baixar arquivo
Geral

PF prende homem acusado de roubar bitcoins nos EUA

Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão; e um mandado de prisão preventiva na cidade de Imperatriz, sul do estado.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Lei em Salvador dará multa para quem intimidar mulheres na cidade

Ela estabelece sanções para quem cometer assédio contra mulheres, ou que as exponham publicamente a qualquer tipo de constrangimento, no âmbito da incidência, ou não, da Lei Maria da Penha.

Baixar arquivo
Justiça

Justiça aceita denúncia contra dona de asilo por maus-tratos

Vanessa da Silva Ferro de Souza é proprietária e administradora da casa de repouso para idosos Laço de Ouro, na zona oeste do Rio, onde um paciente da instituição morreu.

Baixar arquivo
Esportes

Etapa do Taiti define últimas vagas para Finals do Circuito de Surfe

Filipe Toledo, que lidera o ranking mundial, competirá na quarta bateria da primeira fase

Baixar arquivo