Rendimento baixo e altas despesas dificultam poupança por brasileiros

Dona de salão de beleza diz que renda familiar reduziu 40% na pandemia

Publicado em 04/06/2021 - 09:12 Por Lucas Pordeus León - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Evileide Cerqueira trabalha há 30 anos no próprio salão de beleza no Distrito Federal. A clientela já consolidada lotava o local nas sextas e sábados. Mas, a pandemia do novo coronavírus interrompeu essa rotina.

Segundo ela, antes da pandemia ela trabalhava na sexta das 8h às 20h e agora a média é de um atendimento no dia. 

A renda conjunta da família de Evileide chega hoje a pouco mais de três salários-mínimos, uma redução de 40% em relação a antes da pandemia, o que mudou os hábitos de consumo da família.

Apesar dessas mudanças, Evileide não conseguiu evitar o acúmulo de contas atrasadas. Nesse caso, a especialista em finanças pessoais Diana Lima, da Universidade de Brasília, recomenda que a família tente se antecipar a um possível corte no fornecimento de serviços básicos, como luz e água e até negociar pagamentos atrasados. 

A especialista diz que o ideal é que toda família tenha uma reserva de emergência para situações imprevistas, como essa da pandemia. Mas nem sempre isso é possível, diz Evileide. 

A economista da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Lena Lavinas, que estuda o endividamento das famílias, explica que a falta de poupança alcança a maioria das pessoas e que os rendimentos são baixos para cobrir o conjunto de despesas e necessidades.  

Enquanto os clientes não voltam a frequentar o salão como antes, Evileide vai se equilibrando entre uma despesa e outra e evitando, segundo ela, contrair dívidas no banco até as coisas melhorarem.

Ouça todas as matérias da série Economia Familiar:

Economia familiar: entenda o que é a reserva de emergência

Trabalhadores autônomos estão entre os mais afetados pela pandemia

Uma dívida para pagar outra? Redução dos juros pode ser alternativa

Colocar tudo na 'ponta do lápis' ajuda a evitar o endividamento
 

Edição: Paula de Castro/Adrielen Alves

Últimas notícias
Saúde

Chegam mais doses da vacina para crianças; estados começam imunização

Chegou ao Brasil neste domingo (16) mais uma remessa da vacina Pfizer para a imunização de crianças a partir de cinco anos. O novo lote, com 1,2 milhão de doses desembarcaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo, pela manhã.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro segue testando para covid-19

O  estado do Rio de Janeiro está ampliando sua rede de testagem para Covid. A expectativa do governo é oferecer 5 mil e 800 testes por dia, já a partir desta segunda-feira.

Baixar arquivo
Educação

Reaplicação do Enem 2021 termina neste domingo

Hoje (16) é o segundo dia de reaplicação de provas para os candidatos do  Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, 2021 em todo o país. Os estudantes vão responder a 90 questões de ciências da natureza e matemática. 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Rio de Janeiro começa vacinação de crianças nesta segunda

A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças, entre 5 a 11 anos, contra a covid.

Baixar arquivo
Saúde

Estado do RJ registra novo recorde de casos de covid em 2022

Foram confirmados nesta sexta-feira (14) mais de 16 mil casos. Até então, o maior número de diagnósticos positivos neste início de ano tinha sido registrado no dia anterior, com mais de 12.800 ocorrências.

Baixar arquivo
Saúde

Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentam 135% no Brasil

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil deram um salto de 135% quando comparadas as três últimas semanas de novembro do ano passado com os últimos 21 dias.

Baixar arquivo