Congresso Nacional adia análise de vetos presidenciais

São 32 vetos que aguardam a análise dos parlamentares

Publicado em 24/04/2024 - 21:26 Por Gabriel Brum - repórter da Rádio Nacional - Brasília

A análise dos vetos do presidente Lula pelo Congresso Nacional foi adiada para a semana dos dias 7 a 9 de maio. A data certa ainda vai ser definida. O anúncio foi feito pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, na noite desta quarta-feira, depois de reunião com o ministro Fernando Haddad e líderes do governo no na Residência Oficial do Senado.

A ideia é dar mais tempo para os líderes do governo e da oposição entrarem em acordo para a votação.

O adiamento da votação foi uma vitória da base do governo federal. São 32 vetos que estão esperando a análise dos parlamentares. Entre eles, trechos da lei orçamentária e da lei que restringe a saída temporária de presos para visitar a família.

Rodrigo Pacheco ainda disse que vai sugerir um requerimento de urgência para agilizar o projeto de lei do programa de socorro ao setor de eventos. A ideia é que seja votado na próxima semana no Senado.

Edição: Roberto Piza / Liliane Farias

Últimas notícias
Saúde

Entenda as novas regras para prescrição e venda do zolpidem

Anvisa aprova novas regras para prescrição e venda do medicamento indicado para insônia. Agora os remédios à base de zolpidem, em qualquer dosagem, vão ser prescritos com receita azul, com três vias.

Baixar arquivo
Geral

Tim e Claro normalizam os serviços de internet e telefonia no RS

A Vivo ainda tem cinco municípios sem serviços no Rio Grande do Sul. Parte da população também está sem o abastecimento de energia elétrica e água. 

 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ditadura militar, fogo na Vila Socó e um Brasil que não tem onde morar

Um Brasil passando por um momento de expansão do capitalismo, com a manutenção de práticas arcaicas nesse processo de modernização. Assim Nabil Bonduki, urbanista e professor da USP, define o Brasil dos anos da ditadura.

Baixar arquivo
Geral

Enchentes no Rio Grande do Sul já provocaram 151 mortes

O desastre natural deixou 540 mil gaúchos desalojados. De acordo com o governo, 77 mil estão em abrigos. 

Baixar arquivo
Geral

Seis barragens estão em nível de alerta no Rio Grande do Sul

Os danos representam risco à segurança da barragem e exigem providências para manutenção da estrutura.

Baixar arquivo
Internacional

Presidente dos Emirados Árabes liga para Lula e promete ajuda ao RS

Segundo o governo brasileiro, o líder árabe disse que vai enviar três aviões ao Brasil, nos próximos dias, com doações em apoio ao Rio Grande do Sul.

Baixar arquivo