São Paulo visita River em jogo decisivo para seguir na Libertadores

Palmeiras depende de empate com Bolívar (BOL) para avançar às oitavas

Publicado em 30/09/2020 - 12:56 Por Juliano Justo - Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional - São Paulo

A noite desta quarta-feira (30) é decisiva para o São Paulo na Libertadores da América. Pela quinta rodada do Grupo D, o tricolor joga com o vice-líder River Plate, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no estádio de Avellaneda, na região metropolitana de Buenos Aires (Argentina). Terceiro colocado na chave, com quatro pontos em quatro jogos, o São Paulo precisa da vitória para respirar um pouco mais tranquilo. Se perder, o Tricolor estará eliminado.

Antes do jogo, a diferença entre as equipes é de três pontos. O empate esta noite complicará ainda mais a situação do clube. Isso porque o River leva vantagem no saldo de gols: os argentinos têm 11, enquanto os paulistas estão zerados. O saldo de gols serve de critério de desempate para a classificação. Assim, mesmo ganhando nesta noite, o São Paulo ainda vai precisar de um tropeço dos argentinos na última partida da Fase de Grupos: o River encara a LDU, líder e já classificada, no dia 20 de outubro. No mesmo dia, o Tricolor receberá o  Binacional no Morumbi, em São Paulo.

Entre os desfalques do São Paulo esta noite, o técnico Fernando Diniz não poderá contar com o centroavante Luciano, que cumpre a última partida de suspensão na Libertadores por ter se envolvido em briga no Gre-nal de março, quando atuava pelo Tricolor gaúcho. O treinador deve colocar em campo o meia Hernanes e manter apenas Pablo como atacante. A escalação deve ter Tiago Volpi, Juanfran, Diego, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves, Igor Gomes, Hernanes e Gabriel Sara; Pablo. 

Palmeiras x Bolívar (BOL)

O primeiro jogo da noite será entre Palmeiras e Bolívar, pelo Grupo B, no Allianz, às 19h15.  Líder da chave, com dez pontos em quatro jogos, o Verdão depende apenas de um empate esta noite para assegurar a vaga nas oitavas de final. O time boliviano, terceiro colocado na chave com quatro pontos, ainda têm chances de classificação, mas precisam vencer esta noite e também na última partida da Fase de Grupos.
Desde a retomada do futebol em julho, depois da paralisação em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Palmeiras sofreu apenas uma derrota e acumula uma invencibilidade de 18 jogos. Mas, a série de cinco empates seguidos em casa incomoda a torcida e pressiona o técnico Vanderlei Luxemburgo. O treinador não tem nenhum desfalque entre os jogadores considerados titulares. Assim, ele pode repetir a equipe que empatou com o Flamengo em 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro no último domingo (27).  O artilheiro da equipe na competição, Luiz Adriano, com quatro gols, e o garoto Gabriel Veron ficaram de fora de alguns treinos na semanas, mas estão à disposição do técnico.  O time deve ter Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez, Viña; Gabriel Menino, Patrick de Paula, Lucas Lima e Zé Rafael; Willian e Wesley.


Brasileiros já classificados

Mesmo não tendo conseguido expressar no placar o domínio observado em campo, o Athletico-PR se garantiu nas oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência. O empate em casa em 0 a 0 com o Jorge Wilstermann, da Bolívia, levou o Furacão a dez pontos e garantiu ao time brasileiros uma das vagas do Grupo C. A liderança da chave será decidida apenas na última rodada em outubro, já que o Jorge Wilstermann - segundo colocado na chave com sete pontos - pode ultrapassar o Athlético-PR. No dia 20 de outubro, o Athletico visita os uruguaios do Peñarol. E o Jorge Wilstermann vai até o Chile para enfrentar o Colo-Colo.  

A noite foi também para o Grêmio, que carimbou antecipadamente o passaporte para as oitavas. O Tricolor gaúcho venceu por 2 a 0 o Universidad Católica, pelo Grupo E, jogando na Porto Alegre. A classificação do Grêmio foi favorecida pela combinação de outro resultado: o empate do rival Internacional, na Colômbia, por 0 a 0 contra o América de Cali.

O Inter está com a vaga bem encaminhada. Na última rodada, no dia 22 de outubro, o Grêmio recebe o América de Cali em Porto Alegre e o Colorado  vai até o Chile para enfrentar a Universidad Católica. O colorado, que atualmente está em segundo lugar na chave com oito pontos, pode se classificar até perdendo, desde que o América de Cáli não vença o Grêmio. Se perder e os colombianos vencerem, ainda existe uma diferença de gols, que atualmente é de cinco, favorável ao Inter.  

Confira AQUI a tabela de classificação da Copa Liberadores da América.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias