Em fim de semana de finais, DF terá primeiro campeão estadual de 2021

Clássicos decidem taças em AL e PE, enquanto BA terá vencedor inédito

Publicado em 15/05/2021 - 08:00 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

O primeiro campeão estadual de 2021 será conhecido neste sábado (15). Às 15h (horário de Brasília), Brasiliense e Ceilândia disputam, em jogo único, o título do Distrito Federal, no Mané Garrincha, em Brasília. O Jacaré está invicto e quer levantar o troféu do Campeonato Candango pela décima vez, enquanto o Gato Preto mira a terceira taça, após as conquistas de 2010 e 2012.

Também às 16h deste sábado começa a decisão do Campeonato Amazonense, com o primeiro duelo entre Manaus e São Raimundo, na Arena da Amazônia, em Manaus. Finalista pelo quinto ano consecutivo, o Gavião do Norte busca o quarto título. Já o Tufão retorna a uma final após 15 temporadas e pode chegar à oitava taça estadual.

No mesmo horário, Sergipe e Lagarto fazem a partida de ida da final do Campeonato Sergipano no estádio Lourival Baptista, o Batistão, em Aracaju. O Gipão é o maior vencedor do futebol do estado, com 35 títulos, enquanto o Verdão, que tem melhor campanha na temporada, busca uma taça inédita.

Por fim, às 17h de sábado, o estádio Rei Pelé, em Maceió, recebe o primeiro dos dois Clássicos das Multidões, entre CSA e CRB, que valem o troféu de campeão alagoano. É o sexto ano seguido que os dois maiores campeões do estado decidem o título. O Galo de Campina, dono de 31 taças, levou a melhor na final do ano passado, impedindo o tricampeonato do Azulão, que possui 39 troféus.

No domingo (16), às 9h, Operário de Várzea Grande e Cuiabá fazem a partida de ida da final do Campeonato Mato-Grossense, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Invicto na temporada em que estreia na Série A do Campeonato Brasileiro, o Dourado mira o décimo título estadual da história e o sétimo nos últimos dez anos. O Chicote de Fronteira, com 12 taças, não é campeão desde 2002.

Às 10h, também no domingo, o Superclássico entre Sampaio Corrêa e Moto Club abre a decisão do Campeonato Maranhense. O jogo no estádio Castelão, em São Luís, teria presença de público, com carga de seis mil ingressos e protocolos sanitários por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), mas o governo estadual voltou atrás na decisão, após o anúncio de que a partida seria transmitida ao vivo por uma emissora de TV.

Ainda às 10h, Tuna Luso e Paysandu disputam o primeiro duelo da final do Campeonato Paraense no estádio Francisco Vasques, o Souza, em Belém. De volta a uma decisão após 14 anos, a Águia Guerreira quer levantar a taça pela 11ª vez, sendo a primeira desde 1988. O Papão, por sua vez, é o maior campeão do Pará e pode alcançar o 49° título.

Mais três estados começam a decidir os respectivos campeonatos a partir das 16h. Na inédita final 100% do interior no Baiano, Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira fazem o jogo de ida no estádio Antônio Carneiro, o Carneirão, em Alagoinhas (BA). Atual vice-campeão, o anfitrião busca o título inédito, enquanto o Tremendão quer a segunda taça. A primeira veio há dez anos.

Na final do Goiano, o Grêmio Anápolis recebe o Vila Nova no estádio Jonas Duarte, em Anápolis (GO), na partida de ida do confronto. O time do interior eliminou o favorito Atlético-GO na semifinal para chegar à decisão pela primeira vez. Já o Tigre não é campeão estadual desde 2005 e tenta chegar ao 16° troféu regional da história.

Por fim, na Ilha do Retiro, em Recife, Sport e Náutico realizam o primeiro dos dois Clássicos dos Clássicos que decidem o título pernambucano da temporada. O Leão tem a chance de conquistar o Estadual pela 43ª vez, enquanto o Timbu, que possui a melhor campanha da competição e perdeu só uma vez, justamente para o Rubro-Negro, tenta alcançar a 23ª taça.

Ouça na Rádio Nacional

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias