Número 1 do tênis, Ash Barty anuncia aposentadoria: "Estou exausta"

Aos 25 anos, australiana soma 15 títulos, o último deles em Melbourne

Publicado em 23/03/2022 - 11:38 Por Ian Ransom* - Melbourne (Austrália)

Ashleigh Barty chocou o mundo do tênis nesta quarta-feira (23) quando anunciou abruptamente sua aposentadoria no auge da carreira e apenas dois meses depois de conquistar o terceiro título de Grand Slam no Aberto da Austrália.

Citando o cumprimento de seus objetivos no tênis e fadiga com a vida no circuito, a número 1 do mundo, de 25 anos de idade, sai de cena com 15 títulos, o último em Melbourne Park, onde encerrou a espera de 44 anos da Austrália por um tenista da casa campeão.

"Eu sei quanto trabalho é preciso para tirar o melhor de si mesmo... Eu não tenho mais isso em mim", disse ela em vídeo postado em sua conta no Instagram nesta quarta-feira (23). "Não tenho mais o impulso físico, o desejo emocional e tudo o que é preciso para se desafiar no nível mais alto. Estou exausta."

Essa é a segunda aposentadoria de Barty no tênis, tendo se afastado do esporte quando adolescente no final de 2014, depois de ficar insatisfeita com o circuito.

Ela voltou em 2016 e subiu rapidamente no ranking, ganhando aclamação mundial por seu tênis e afeição dos torcedores pelo espírito esportivo e comportamento descontraído.

Barty subiu ao topo do ranking mundial logo depois de conquistar título no Aberto da França em 2019. No ano passado, ela triunfou em Wimbledon e parecia bem preparada para mais sucessos no Grand Slam para ocupar seu lugar entre as grandes do tênis.

"Ash Barty, a pessoa que tem tantos sonhos que quer buscar, não envolve necessariamente viajar pelo mundo, ficar longe da minha família, ficar longe da minha casa, que é onde eu sempre quis estar", disse ela no vídeo, entrevistada por sua amiga e ex-parceira de duplas Casey Dellacqua.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias