Chikungunya já matou 33 pessoas nas Antilhas e na Guiana Francesa

Publicado em 10/07/2014 - 11:34 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil* - Brasília

dengue

O Aedes aegypti (foto), transmissor da dengue, e o Aedes albopictus são os principais vetores da febre chikungunya Arquivo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde da França informou hoje (10) que o vírus Chikungunya já provocou indiretamente a morte de 33 pessoas, sobretudo idosos, nas Antilhas e na Guiana Francesa. Os dados mostram ainda um total de quase 100 mil pessoas atingidas pela febre chikungunya e o registro de cerca de mil atendimentos hospitalares em decorrência da doença.

“A epidemia que afeta as Antilhas e a Guiana é um problema importante de saúde pública", ressaltou o ministério. “O início do período de verão e a estação de chuvas propiciam a reprodução do mosquito vetor, o que aumenta os temores de um crescimento no número de casos'”, informou em nota.

A febre chikungunya é causada por um vírus do gênero Alphavirus e transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes aegypti, transmissor da dengue, e o Aedes albopictus os principais vetores. Passados os sintomas (parecidos com os da dengue), o paciente deixa de transmitir a doença.

No Brasil, dados do sistema de vigilância do Sistema Único de Saúde (SUS) confirmam 20 casos da doença este ano. Segundo o Ministério da Saúde, todos são considerados importados, ou seja, envolvem pessoas que foram infectadas fora do Brasil, quando viajaram para países onde há transmissão da doença.

Dados da Organização Mundial da Saúde mostram que, desde 2004, o vírus já foi identificado em 19 países. Porém, apenas no final de 2013, foi registrada a transmissão autóctone (dentro do mesmo território) em vários países caribenhos e, em março de 2014, na República Dominicana. Até então, apenas a África e a Ásia tinham circulação do vírus.

*Colaborou Ana Cristina Campos

Edição: Talita Cavalcante

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Sede da Polícia Federal em Brasília
Geral

PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF

Valor das contratações suspeitas de irregularidades em Roraima chega a R$ 50 milhões. Dinheiro foi utilizado na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos para combate à covid-19.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Política

Governo regulamenta serviços de retransmissão de rádio

“Iniciativa do governo federal e do Ministério das Comunicações para levar emprego aos estados do Mato Grosso, TO, AM, PA, AP, AC, RO e MA”, diz ministro.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa libera saque de auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas

O crédito na poupança social para os beneficiários nascidos em maio foi feito no dia 5 deste mês.

vacina, Moderna, imagem ilustrativa
Internacional

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Entrega é prevista a partir da primeira metade de 2021, em função dos resultados dos estudos da Fase 3 de testes e das aprovações regulatórias. Brasil também firmou acordo com a AstraZeneca.

Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Direitos Humanos

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

De acordo com a delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar.

O jogador Guerrero, do Internacional
Esportes

Três jogos fecham segunda rodada da Série A do Brasileirão

São Paulo, Fortaleza, Internacional, Santos, Vasco e Sport entram em campo na noite desta quinta-feira pelo nacional de futebol.