Ministro das Comunicações inaugura Museu da Rádio Nacional, no Rio

Emissora completará 85 anos em setembro

Publicado em 03/08/2021 - 17:28 Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, inaugurou hoje (3) o Museu da Rádio Nacional, na sede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), no Rio de Janeiro. A emissora criou as bases do que forma atualmente o rádio brasileiro no que diz respeito à música, informação, humor, dramaturgia, esporte e os programas de auditório. A Rádio Nacional do Rio de Janeiro completará 85 anos no próximo mês de setembro.

Fábio Faria destacou que o museu vai resgatar a história das comunicações e da Rádio Nacional. “Eu, como ministro das Comunicações, não poderia passar em branco um momento histórico. Nós ficamos muito agradecidos com o trabalho de todos vocês que conseguiram resgatar e reciclar todos os momentos que fizeram dos últimos 85 anos no Brasil”, disse o ministro aos colaboradores da EBC. Salientou que o museu vai colocar “de uma vez por todas a Rádio Nacional na história de todos os brasileiros, eternamente”.

Museu da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro
Museu da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro - Tomaz Silva/Agência Brasil

Fábio Faria reiterou que a inauguração antecipava a comemoração do aniversário da Rádio Nacional. “Com essa antecipação, a gente deixa marcada na história o que foi a Rádio Nacional, porque a comunicação é eterna. Essa rádio passou por vários governos, fez a história do povo do Brasil, se comunicou, levando informações. Então, eu, como ministro, e Glen [Lopes Valente], como presidente [da Empresa Brasil de Comunicação], estamos muito honrados de fazer com que a Rádio Nacional ficasse para sempre na história e no futuro de todos os brasileiros”.

Radionovela

O presidente da EBC, Glen Valente, disse à Agência Brasil que, com o museu, a empresa pretende resgatar o acervo que a rádio tem. “Fizemos um piloto de três minutos onde a gente reproduziu a radionovela, e a gente tem intenção de voltar com a radionovela no rádio”. Glen Valente garantiu que a rádio não vai acabar. “A gente acabou de inaugurar cinco rádios da banda estendida. Esse é o propósito, a gente vai continuar trabalhando no rádio”.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor-presidente da EBC, Glen Valente, no Rio de Janeiro.
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o diretor-presidente da EBC, Glen Valente, no Rio de Janeiro. - Tomaz Silva/Agência Brasil

Glen Valente disse que o rádio é vital na EBC. “E a gente, na verdade, está aqui celebrando esse momento e resgatando a história do rádio no Brasil”.

Participaram da inauguração do Museu da Rádio Nacional dois dos funcionários que viveram a época de ouro da emissora: o radioator Laio Júnior, que completará 48 de trabalho na antiga Rádio Nacional, em dezembro, e o datilógrafo de roteiros Reynaldo Gomes de Rezende, com 42 anos de casa, a serem completados em outubro deste ano. “A cópia ficou fiel”, exclamou Laio, referindo-se ao museu”. “Igual como estava lá”, completou Reynaldo Rezende.

Assista na TV Brasil:

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias