Papa pede libertação imediata de reféns do Hamas

E diz que quem é atacado tem o direito de se defender

Publicado em 11/10/2023 - 09:01 Por Lusa* - Cidade do Vaticano

O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (11) a libertação imediata dos reféns detidos pelo Hamas e manifestou-se "muito preocupado" com o cerco à Faixa de Gaza pelas forças israelenses.

"Peço que os reféns sejam libertados imediatamente", disse Francisco ao final da audiência geral semanal no Vaticano, citado pela agência francesa AFP.

"Quem é atacado tem o direito de se defender, mas estou muito preocupado com o cerco total em que vivem os palestinos em Gaza, onde também há muitas vítimas inocentes", declarou o chefe da Igreja Católica.

O grupo islamita Hamas lançou no sábado (7) ataque terrestre, marítimo e aéreo sem precedentes contra Israel a partir da Faixa de Gaza, na maior escalada do conflito israelense-palestino em décadas.

Além de ter matado centenas de pessoas em Israel, o Hamas raptou mais de uma centena de israelenses e estrangeiros que mantém como reféns na Faixa de Gaza.

O ataque levou Israel a declarar guerra contra o grupo palestino e a responder com bombardeios contra a Faixa de Gaza.

Desde então, o conflito provocou mais de 1.200 mortos do lado israelense e 950 em Gaza desde sábado, segundo dados atualizados hoje pelas duas partes.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias