Pezão toma posse no Rio e promete priorizar saúde

Publicado em 01/01/2015 - 12:28 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, tomou posse para o segundo mandato na manhã de hoje (1º), em cerimônia na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Também foi empossado o vice-governador, Francisco Dornelles.

Ao discursar, Pezão destacou a redução de índices de criminalidade no estado desde o primeiro governo de Sérgio Cabral, a quem agradeceu pela parceria. Ao falar de seu governo, Pezão voltou a prometer prioridade para a saúde. "Temos uma dívida muito grande com a saúde [no estado do Rio]", afirmou ele, informando que se reunirá na próxima quarta-feira (7) com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o prefeito do Rio, Eduardo Paes, para discutir políticas públicas para o setor.

O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) toma posse na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O governador Luiz Fernando Pezão toma posse na Assembleia Legislativa do RioTomaz Silva/Agência Brasil

Sobre educação, o governador disse que um de seus objetivos é transformar o Rio de Janeiro no primeiro colocado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Pezão também afirmou que vai trabalhar para que o estado seja referência em ensino profissionalizante e no ensino médio.

Outra promessa foi levar o sistema de corredores expressos de ônibus articulados (BRT) para a Baixada Fluminense. Pezão nomeou como secretário estadual de Transporte Carlos Roberto Osório, ex-secretário da prefeitura que trabalhou na instalação dos corredores da cidade exclusivos para ônibus.

Ainda tratando da Baixada, Pezão afirmou que haverá investimento em saneamento para aprimorar o abastecimento de água. "Assinamos ontem um empréstimo de R$ 3,2 bilhões com a Caixa Econômica Federal para levar água para a Baixada Fluminense". Segundo o governador, esse foi o maior empréstimo já concedido à Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

Nascido em Piraí (RJ) e formado em economia e administração de empresas, Pezão entrou para a vida política na década de 1980. Foi eleito vereador (em 1982 e em 1993) e foi prefeito de sua cidade natal duas vezes (1996-2000 e 2001-2004).

Também foi secretário estadual de Obras e vice-governador do estado ao longo dos mandatos de Cabral, entre 2007 e 2014.

A cerimônia de posse contou com a presença da presidenta do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargadora Leila Mariano, do procurador-geral de Justiça Estadual, Marfan Vieira, do prefeito Eduardo Paes, e do arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta. O ex-governador Sérgio Cabral acompanhou a cerimônia no plenário da Alerj, e foi homenageado pelo presidente da Casa, Paulo Melo, que conduziu a cerimônia. Melo contou que Cabral era um amigo querido e ressaltou que o governo Pezão é a continuidade do trabalho do ex-governador.

"É um orgulho para mim presidir a sessão de posse de um governador, do nosso governador, que materializa a política que nós construímos", disse o parlamentar.

Na saída da cerimônia, Cabral afirmou que não pretende se tornar conselheiro do novo governo, mas disse que dará sua opinião como companheiro, sempre que for solicitado. "O principal desafio do Pezão será a segurança pública. A segurança continuará sendo a mãe de todas as políticas. É a segurança que determina as condições para as políticas de saúde e educação."

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias