Procurador-geral da República testa positivo para Covid-19

É a sexta autoridade presente na posse de Fux a confirmar a doença

Publicado em quinta-feira, 17 Setembro, 2020 - 17:33 Por Victor Ribeiro - Brasília

O procurador-geral da República, Augusto Aras, testou positivo para Covid-19 nesta quinta-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da PGR, Aras passa bem e está em isolamento, trabalhando em casa. O procurador-geral é a sexta autoridade federal a confirmar a doença esta semana.

A primeira foi o novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Depois, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; a presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Maria Cristina Peduzzi; e os ministros do Superior Tribunal de Justiça Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro.

Na quinta-feira passada, todos eles estiveram presentes à posse de Fux como presidente da Corte. Ao confirmar a contaminação, na segunda-feira, Luiz Fux disse que o contágio teria ocorrido em um almoço familiar, no sábado.

No começo da tarde dessa quinta-feira, a Presidência do Supremo divulgou uma nota. Disse que estuda novos procedimentos para aumentar a segurança de servidores do tribunal e visitantes. O comunicado prestou solidariedade e votos de ampla recuperação aos que eventualmente contraíram a Covid-19.

De acordo com a nota, a cerimônia da semana passada teve cerca de 50 convidados, além de servidores e trabalhadores terceirizados. O Supremo informou que a quantidade de pessoas representava 20% da capacidade do plenário. O texto afirma que o tribunal adotou todos os protocolos sugeridos pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde.

O cerimonial do Supremo Tribunal Federal entrou em contato com todos os convidados para alertar sobre a importância de procurar um médico. A Corte disse que colocou o seu serviço médico à disposição dos funcionários. Apesar de um decreto judiciário ter priorizado o trabalho remoto até o fim deste ano, desde o início da pandemia, 157 servidores do Supremo testaram positivo para Covid-19.

 

Ouça também:

Depois de testar positivo para Covid-19, Maia fica em isolamento

Fux faz apelo para que questões políticas não virem caso de Justiça

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Polícia Federal vai investigar incêndio no Hospital de Bonsucesso

O incêndio começou pouco antes da 10h e várias guarnições do Corpo de Bombeiros foram acionadas. Cerca de 90 bombeiros de diversas unidades atuaram para conter as chamas que, segundo a corporação, começaram no almoxarifado do Prédio 1 do complexo hospitalar.

Baixar arquivo
Segurança

Cidade do Maranhão fica sem policiais civis durante a pandemia

Arari tem cerca de 30 mil habitantes e fica a 168 quilômetros da capital São Luís. Todos os três investigadores lotados no município estão afastados do trabalho por serem do grupo de risco. O único escrivão da cidade trabalha em regime de plantão, dois dias por semana

Baixar arquivo
Educação

Aulas presenciais na rede pública do Pará só voltam no ano que vem

Decisão foi comunicada nesta terça-feira (27) pelo governador do estado, Helder Barbalho

Baixar arquivo
Política

Votações da Câmara ficam para novembro

Ficou pra novembro a próxima sessão da Câmara. O motivo: os deputados não registraram presença e a pauta de votações foi suspensa.

Baixar arquivo
Saúde

Decreto com restrições de isolamento é prorrogado no Amazonas

Com o aumento de casos da Covid-19 no estado foi prorrogado, por 30 dias, o decreto que restringe, no âmbito estadual, o acesso às áreas de praias para recreação e o funcionamento de balneários, flutuantes e de bares. As medidas foram decididas nesta terça-feira (27) pelo Comitê de Enfrentamento da Covid-19 do Amazonas, que considerou dados da Fundação de Vigilância em Saúde.

Baixar arquivo
Segurança

Estudo aponta ligação de milícias com Executivo e Legislativo do RJ

A nota técnica "Controle Territorial Armado no Rio de Janeiro", da Rede Fluminense de Pesquisas Sobre Violência, Segurança Pública e Direitos Humanos, é fruto de um ano de debates entre pesquisadores, policiais, promotores, jornalistas, ativistas e especialistas em dados

Baixar arquivo