Últimas notícias Roberto Sá

Rio de Janeiro - O secretário de segurança pública, Roberto Sá, participa de reunião da Coalizão Eleitoral para definir logística e ações de inteligência e segurança das eleições de 2018 (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Geral

Exoneração de secretário de Segurança do Rio é oficializada

A exoneração do secretário estadual de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, foi publicada na edição de hoje (19) do Diário Oficial do Estado. Sá apresentou o pedido de exoneração ao governador Luiz Fernando Pezão na última sexta-feira (16).

Geral

Justiça decreta prisão de suspeito de matar delegado no Rio

A Justiça do Rio de Janeiro decretou hoje a prisão do suspeito de matar o delegado Fábio Monteiro na tarde de ontem (12), na comunidade do Jacarezinho, zona norte da cidade. Segundo o secretário estadual de Segurança, Roberto Sá, o suspeito, Wendel Luis Silvestre, já é considerado foragido. “Já identificamos esse criminoso, ele vai ser preso, Assim como ele, [serão presos] os outros que atentarem contra a vida de agentes públicos e contra a sociedade.

Rio de Janeiro - As forças de segurança do Rio prenderam na favela do Arará, zona portuária, um dos traficantes de drogas mais procurados da cidade, Rogério Avelino de Souza, o Rogério 157 (Tânia Rego/Agencia Brasil)
Geral

Rio pode rever pedido de transferência de Rogério 157 se houver delação premiada

Um possível acordo de delação premiada com Rogério 157, poderia levar o governo do estado do Rio de Janeiro a rever o pedido de transferência do traficante para uma penitenciária federal. A possibilidade foi revelada hoje pelo secretário estadual de Segurança Pública, Roberto Sá, que participou, na Escola Superior de Guerra, de mesa-redonda sobre a violência. "O pedido de remoção dele para presídio federal já foi feito", disse o secretário.

Geral

Moradores temem nova guerra do tráfico na Rocinha, após saída das Forças Armadas

A saída das Forças Armadas da Rocinha, na manhã desta sexta-feira (29), deixou os moradores temerosos de uma nova guerra entre traficantes a qualquer momento. Para tentar conter um possível embate, a Polícia Militar (PM) aumentou o contingente na área para 500 homens, incluindo Batalhão de Choque e Batalhão de Operações Especiais (Bope).