Últimas notícias torcida organizada

Esportes

Estatuto do Torcedor passa a punir torcedores violentos com mais rigor

O Diário Oficial da União publicou nesta terça (26) uma lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro que modifica o Estatuto de Defesa do Torcedor (Lei nº 10.671, de 15 de maio de 2003) tornando mais rígidas as punições a torcedores violentos. Segundo a nova legislação, “a torcida organizada que, em evento esportivo, promover tumulto, praticar ou incitar a violência ou invadir local restrito aos competidores, árbitros, fiscais, dirigentes, organizadores ou jornalistas será impedida, assim como seus associados ou membros, de comparecer a eventos esportivos pelo prazo de até 5 anos”. Antes a punição tinha a duração de 3 anos.

Mauricio Murad garante que a violência vem de uma minoria de torcedores
Esportes

Coluna – A desordem das organizadas

São muitas as versões para a origem das “torcidas organizadas” no Brasil. A primeira delas teria sido feminina, com as mulheres dos jogadores do Atlético Mineiro indo para os estádios com bandeirinhas para apoiarem os maridos. Isso em 1929.

Geral

Defesa abandona júri e julgamento da chacina no Pavilhão 9 é remarcado

A sessão de julgamento do ex-policial militar Rodney Dias dos Santos, acusado de participar da chacina na sede da torcida organizada do Corinthians Pavilhão 9, ocorrida no dia 18 de abril de 2015, em São Paulo, foi interrompida na manhã de hoje (29), após o advogado do réu ter

Geral

Presidente da Força Jovem do Vasco tem prisão preventiva revogada

O desembargador Paulo Rangel, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, revogou a prisão preventiva do presidente da torcida organizada Força Jovem do Vasco, Sávio Agra Sassi, preso em outubro do ano passado com mais 70 vascaínos. Eles foram presos quando planejavam uma emboscada aos rubronegros antes do clássico contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, em São Januário, estádio do Vasco da Gama.

Geral

Justiça nega habeas corpus a suspeito de envolvimento na morte de torcedor

A Justiça do Rio negou o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Herbert Vinicius Sabino de Paula, um dos suspeitos de envolvimento no assassinato de um torcedor do Botafogo, em fevereiro deste ano.