Santa Casa de São Paulo suspende demissões e anuncia venda de imóveis

Publicado em 29/01/2015 - 15:40 Por Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo suspendeu a demissão de 1,1 mil funcionários. A medida faz parte do plano de reestruturação financeira da instituição, que acumula dívidas de R$ 773 milhões, conforme resultado de auditoria divulgada no fim do ano passado. Para ajudar a reequilibrar as contas do hospital, serão colocados à venda imóveis desocupados da instituição.

A instituição também aguarda a liberação de um empréstimo de R$ 44 milhões solicitado à Caixa Econômica Federal.

Segundo o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), ficou acertado com a Santa Casa que só serão feitas demissões após a quitação das dívidas trabalhistas. Todos os empregados estão com o décimo terceiro salário atrasado. Além disso, 6% dos funcionários (que recebem mais de R$ 6 mil por mês) ainda não receberam o salário de novembro.

De acordo com o Simesp, serão feitas reuniões com os sindicatos dos médicos e dos enfermeiros para discutir problemas específicos de cada categoria. O primeiro encontro com os médicos está marcado para 6 de fevereiro, às 10h30, e o dos enfermeiros, para o dia 13, às 11h.

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias