Traficante brasileiro é acusado de matar mulher em prisão no Paraguai

Publicado em 17/11/2018 - 19:12 Por Da Agência EFE - Assunção

O traficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, conhecido como Marcelo Piloto, um dos líderes do Comando Vermelho, foi acusado neste sábado (17) de matar uma mulher que foi visitá-lo no Agrupamento Especializado de Assunção, no Paraguai, onde está preso à espera de ser extraditado para o Brasil.

Segundo o Ministério Público, os agentes ainda estão analisando como o crime ocorreu. Legistas foram enviados ao local para avaliar o corpo da mulher, que depois será levado para um necrotério da Justiça.

A mulher, de 18 anos, e oriunda da cidade de General Resquín, no departamento de San Pedro, foi atacada por Piloto com uma faca de cozinha por volta das 14h locais (15h em Brasília), segundo a imprensa paraguaia. Ele teria esfaqueado a vítima 17 vezes.

A vítima chegou a ser socorrida no local e levada ao hospital do bairro Operário, em Assunção, mas não resistiu aos ferimentos.

O Ministério Público abriu uma nova acusação contra Piloto pelo crime, o que deve atrasar a extradição ao Brasil.

Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, é preso no Paraguai - Divulgação Polícia do Paraguai
Marcelo Fernando Pinheiro Veiga teria esfaqeuado a vítima 17 vezes - Divulgação Polícia do Paraguai - Polícia do Paraguai

O integrante do Comando Vermelho recusou ontem (16), durante uma audiência preliminar em um caso que investiga a produção de documentos falsos e a posse ilegal de armas, ser entregue às autoridades brasileiras.

A juíza e o promotor do caso tentavam aplicar o chamado "critério de oportunidade" para acelerar a extradição ao país. O mecanismo podia ser usado porque a expectativa da pena de Piloto no Paraguai não ultrapassa os dez anos. Por isso, sua prisão "perde relevância penal" pelo fato de o traficante ter cometido crimes mais graves em outro país.

Ao questionar a aplicação do critério, a defesa do brasileiro argumentou que, na investigação pela falsificação de documentos, as diligências não foram feitas como deveriam.

No fim de outubro, o Ministério do Interior paraguaio disse ter impedido um plano para tentar libertar o traficante, após uma operação policial que terminou com a morte de três supostos integrantes do Comando Vermelho e a explosão controlada de um veículo cheio de explosivos com o qual supostamente pretendiam impactar a prisão na qual o criminoso está recluso.

No Brasil, Piloto é requerido pela Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para cumprir duas sentenças pelas quais foi condenado a 21 anos de reclusão em um dos casos e a cinco anos e quatro meses no outro.

Piloto está preso no Paraguai desde dezembro de 2017, quando foi detido na cidade de Encarnación após uma operação internacional conjunta entre várias agências.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Bola, campeonato brasileiro
Esportes

CRB vence no fechamento da segunda rodada da Série B

Galo alagoano supera Oeste com gol do centroavante Léo Gamalho. Competição tem Juventude como líder.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Esportes

Atlético-GO supera Flamengo, que continua sem pontuar no Brasileiro

Apontado como um dos favoritos ao título, time da Gávea soma duas derrotas em duas rodadas. Em Salvador, Bahia vence Coritiba por 1 a 0.

Brasília 60 Anos - Congresso Nacional
Política

Congresso derruba cinco vetos presidenciais

Entre os vetos derrubados está o do projeto que dispensa a exigência de licitação para contratação de advogados e contadores pela administração pública. 

atlético-mg x corinthians
Esportes

Brasileiro: Atléticos vencem e Botafogo empata na abertura da rodada

Time do argentino Jorge Sampaoli derrota Corinthians de virada em casa e lidera campeonato ao lado do xará paranaense.

Doleiro Dario Messer
Justiça

Doleiro Dario Messer fecha acordo judicial e vai devolver R$ 1 bilhão

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato no Rio, o acordo permitirá a coleta de provas para investigações em andamento. Messer é suspeito de lavagem de dinheiro.

Medicamentos
Geral

Polícia apreende R$ 1 milhão em medicamentos desviados da rede pública

Foram apreendidas cerca de 800 caixas de remédio, muitos vencidos. Os agentes prenderam um homem acusado de integrar a quadrilha especializada neste tipo de crime.